ONG tem cursos no Egito, México, Colômbia, Índia, Grécia e Peru

A vivência internacional se tornou comum para jovens que buscam experiência e desenvolvimento pessoal e profissional.

Dos tradicionais cursos de idiomas no exterior à especialização, o que não falta é opções. A mais nova delas é a imersão em startups fora do Brasil.

A nova modalidade é oferecida pela Aiesec, principal instituição de intercâmbio voluntário do mundo. Desde 2016, a ONG já registrou mais de 6 mil viagens como essas, sempre com o objetivo de agregar valor ao início da carreira.

“Acreditamos que o jovem que busca esse tipo de experiência, quer abrir seu negócio, trabalhar em seu ramo de atuação no Brasil, além de aplicar os conhecimentos adquiridos na faculdade, durante as férias”, diz Gabriela Toso, diretora de relações públicas da Aiesec.

A paulistana Juliane Biazon, de 21 anos, é um desses intercambistas. Ela foi para a Grécia no começo do ano aprender na prática sobre negócios e marketing aplicados à sua área, relações internacionais

“Atuei em uma startup de finanças, na área de marketing. O projeto imersão me ajudou a abrir a cabeça para novos pensamentos do mundo profissional e a desenvolver minhas habilidades no setor”, conta.

O intercâmbio junto a startups pode ser realizado em diversas áreas como tecnologia, marketing, business e design, pelo período de 6 semanas até 3 meses e é importante estar cursando ensino superior ou já ter formação completa.

O candidato precisa ter no mínimo, conhecimento acadêmico ou profissional na área escolhida e nível intermediário em inglês.

O custo varia em torno de R$ 6 mil (não inclui passagens aéreas). Dependendo do destino e projeto escolhido, alguns locais oferecem auxílio moradia, alimentação e transporte.

Para participar, os interessados devem fazer suas inscrições no site bazicon.aiesec.org.br.

Fonte: Quem Inova



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *